\

Sejam bem vindos. O objetivo deste Blog é informar as pessoas sobre os mais variados assuntos, os quais não se vê com frequência nas mídias convencionais, em especial acerca dos direitos e luta da juventude e dos trabalhadores, inclusive, mas não só, desde o ponto de vista jurídico, já que sou advogado.

terça-feira, 8 de abril de 2014

Servidores Federais Técnicos-Administrativos da UFTM, conquistam primeiras vitórias com a greve em curso

por Adriano Espíndola Cavalheiro, de Uberaba (MG)

da Sucursal da Anota e do blog Defesa do Trabalhador

 

Em greve desde 17 de março, os Servidores Federais Técnicos Administrativos da UFTM (Universidade Federal do Triângulo Mineiro), situada em Uberaba, interior de Minas Gerais, através da direção e assessoria jurídica do Sinte-med (Sindicato dos servidores técnicos-administrativos da UFTM) e do o Comando Local de Greve, reuniram-se com o Reitor da referida instituição de ensino superior, Prof. Virmondes Rodrigues Junior, no dia 03/04.

Na reunião além de apresentação pelos servidores de sua pauta local (a greve abrange todas as universidades federais do país, com uma pauta nacional a ser negociada pelo Comando Nacional de Greve com o Ministério da Educação e com o Governo Dilma e outra local, referente às reivindicações diretas dos trabalhadores de cada Universidade, a ser negociada diretamente com as Reitorias), discutiu-se a questão da cessão de servidores e, ainda,  a necessidade de respeito ao direito de greve dos servidores. O fim dos processos judiciais contra os estudantes que estão mobilizados em defesa da qualidade do Ensino na UFTM e protagonizaram recentemente ocupação do Centro Educacional, também esteve nas discussões com o Reitor, vez que é um dos pontos da Pauta apresentada.

Ouvidas pelo Blog Defesa do Trabalhador (Blog integrante da Rede Anota), as Coordenadoras Gerais do Sindicato, Simea Aparecida e Maida Leal, fizeram um balanço positivo do encontro. “Acompanhou o Comando Local de Greve, cerca de 20 trabalhadores de base, todos participando da reunião, o que mostra a democratização do sindicato com sua nova diretoria e o comprometimento da categoria com a greve, que se encontra crescendo a cada dia, com a responsabilidade de não colocar em risco o direito à Saúde do usuário do Hospital de Clínicas” explicou Simea. 

Juntamente com Maida, a sindicalista ressalta, ainda, que foi conquistada uma primeira vitória do movimento grevista na reunião, pois o Reitor, além de comprometer-se a respeitar o direito de greve da categoria, inclusive, no que diz respeito aos vencimentos, garantiu que eventuais cessões servidores serão tão apenas para o EBSERH, descartando cessão para o município. Ele fez, ainda, o compromisso de contatar o Sindicato, já na semana que se iniciou neste 07.04.2014, para marcar a primeira rodada de negociação da Pauta Local. “Na reunião, houve um consenso no Comando que na primeira reunião seja discuto a questão da implementação da jornada de trinta horas semanais e a revisão dos laudos de insalubridade, duas reivindicações antigas da categoria, mas não menos importante do que as demais”, completou Maida. 

Além da implementação das 30 horas, revisão dos laudos de insalubridade e descriminalização do movimento sindical e estudantil, além do respeito ao direito de greve, na pauta local apresentada há reivindicações importantes como a implementação de creche para os filhos dos servidores, professores e alunos; implementação de políticas de valorização dos servidores aposentados, implementação de ações de prevenção e punição à prática de assédio moral e de assistência ao trabalhador assediado e uma série de outras reivindicações, que o Defesa do Trabalhador, pretende publicar nos próximos dias.

Também presente na pauta, os servidores reafirmaram sua posição contrária às terceirizações e privatizações no serviço público, inclusive, por meio do EBSERH, no que não encontraram receptividade da Reitoria. A Reitoria, também, não demonstrou simpatia à reivindicação dos grevistas de fim dos processos judiciais contra os estudantes.

O advogado Adriano Espíndola Cavalheiro, Coordenador do

Blog Defesa do Trabalhador e autor desse texto, participou

da reunião com a Reitoria,enquanto novo responsável do

departamento jurídico do Sinte-Med, função que assumiu

na 2ª quinzena de março.

A luta segue firme entre os Técnicos Administrativos da UFTM, inclusive, com iniciativas buscando adesão do funcionalismo e apoio dos usuários do Hospital de Clínicas, além dos estudantes universitários. Como destacado por Adilson Diniz, na assembleia geral da categoria ocorrida no dia anterior à reunião, “essa não é uma greve qualquer, não é um greve onde a questão salarial está em primeiro lugar, é uma greve que exige do Governo Federal o cumprimento do Acordo que possibilitou o fim da greve de 2012 e não vem sendo implementado pelo governo, sendo, ainda, uma a greve em defesa do Hospital de Clínicas e dos usuários. O movimento grevista se volta contra condições de trabalho muitas vezes inadequadas, contra a falta de materiais e insumos, entre gases e até sabonete para dar banho nos pacientes. Temos a consciência da necessidade de demonstrar para a população a justeza das reivindicações, pois nossa a greve é em favor do serviço público de qualidade e, por consequência, em defesa do Hospital da Universidade e de um atendimento digno para os seus usuários.”

Adriano Espíndola Cavalheiro é advogado militante e articulista da Agência de Notícias Alternativas. Mantém o blog Defesa do Trabalhador - (blog integrante da rede ANOTA). É militante da CSP- Conlutas. Contato: defesadotrabalhador@terra.com.br

A DIVULGAÇÃO, CITAÇÃO, CÓPIA E REPRODUÇÃO AMPLA DESTE TEXTO É PERMITIDA E ACONSELHADA, desde que seja dado crédito ao autor original (cite artigo de autoria de Adriano Espíndola Cavalheiro, publicado originalmente pela ANOTA – Agência de Notícias Alternativas)

Nenhum comentário:

Ultimas postagens