\

Sejam bem vindos. O objetivo deste Blog é informar as pessoas sobre os mais variados assuntos, os quais não se vê com frequência nas mídias convencionais, em especial acerca dos direitos e luta da juventude e dos trabalhadores, inclusive, mas não só, desde o ponto de vista jurídico, já que sou advogado.

sábado, 18 de setembro de 2010

Debate entre presidenciáveis da esquerda, dia 21

Debate do jornal Brasil de Fato será nesta terça

Imprimir
PDF

No dia 21, acontecerá um debate entre os presidenciáveis da esquerda, promovido pelo jornal Brasil de Fato. O candidato do PSTU, Zé Maria, confirmou presença e apoia a iniciativa. O evento será transmitido pela internet na página do Brasil de Fato. Os sites do PSTU e de Zé Maria também terão link para assistir ao debate ao vivo.

A iniciativa visa se contrapor à falta de democracia. “A mídia corporativa cumpre um papel fundamental nesta mediocrização das campanhas eleitorais”, diz, em nota, o jornal.


O Brasil de Fato convidou Dilma Rousseff (PT), Ivan Pinheiro (PCB), Marina Silva (PV), Plínio Arruda Sampaio (PSOL), Rui Costa Pimenta (PCO) e Zé Maria (PSTU). Estão confirmadas as presenças de Ivan Pinheiro (PCB), Rui Costa Pimenta (PCO) e Zé Maria (PSTU). Evidentemente, Dilma e Marina não aceitaram o convite. Isso apenas confirma que essas candidaturas não fazem parte do campo da esquerda. Como as demais, dependem dos milhões que são doados pelas grandes empresas e bancos e, portanto, estão amarradas aos interesses dos mesmos.

O que causou surpresa, porém, foi o comunicado de ausência de Plínio. O candidato do PSOL declarou que não tinha espaço na agenda. No mesmo dia, Plínio participará de um evento no Instituto Ethos, uma entidade empresarial. O PSOL também não participou das reuniões convocadas pelo Brasil de Fato para definir o debate, em que teria a oportunidade de propor outra data.

A iniciativa do jornal Brasil de Fato será, mais do que um debate, um protesto à ditadura da mídia. Segundo a nota, o jornal diz, corretamente, que “A cobertura limita-se exatamente a aqueles com os orçamentos milionários, a linha editorial prioriza as trajetórias e características pessoais dos candidatos”.

Como vai funcionar?
O debate terá cinco ou seis blocos, ainda a definir, em que cada candidato terá três minutos para responder as mesmas perguntas. Em dois ou três blocos, as perguntas serão feitas por um mediador do Brasil de Fato.

No bloco seguinte, jornalistas farão perguntas aos candidatos. Em outro bloco, as perguntas serão dos internautas coletadas nos dias que antecedem o debate. Todos os candidatos terão um tempo para fazer as suas considerações finais.

O debate será realizado no auditório da Ação Educativa, no dia 21 de setembro, às 21h. “A ideia é que seja um debate para a mídia”, diz Nilton Viana, editor do Brasil de Fato, em entrevista à Radioagência NP.

A transmissão será feita pelo site do Brasil de Fato e rádios e TVs comunitárias. O jornal convoca outros veículos de comunicação da imprensa alternativa e popular a se somarem a essa atividade.


SERVIÇO
Data:
21 de setembro
Local: Ação Educativa (Rua General Jardim, 660 – Vila Buarque, São Paulo – SP)
Credenciamento de imprensa:
agencia@brasildefato.com.br

Ultimas postagens