\

Sejam bem vindos. O objetivo deste Blog é informar as pessoas sobre os mais variados assuntos, os quais não se vê com frequência nas mídias convencionais, em especial acerca dos direitos e luta da juventude e dos trabalhadores, inclusive, mas não só, desde o ponto de vista jurídico, já que sou advogado.

quinta-feira, 16 de maio de 2013

A DERROTA DO PACAEMBU: Ilações sobre a última partida de 2013 entre Corinthians e Boca Júnior

 

Por Adriano Espíndola Cavalheiro

Antes de tudo, registra-se que foi uma bela partida de futebol a disputada entre o Corinthians brasileiro e o Boca argentino, que resultou na desclassificação do time brasileiro da Copa Libertadores. O Boca Júniors jogou conforme o regulamento e conquistou o direito de continuar na referida Copa.

corinthians-torcida-2_784_1280x10242 .  toncomenta-blogspot-com

Não posso deixar de registrar que o Corinthians, acusado por tantos de ser beneficiário do “apito amigo”, foi ontem vítima de severos erros de arbitragem, que resultaram em dois gols anulados por impedimentos inexistentes e dois pênaltis não marcados.

Coisas do futebol, que resultaram na desclassificação do melhor Corinthians dos últimos 20 anos pelo pior Boca do mesmo lapso de tempo.

Para além da mercantilização do futebol, o que merece um texto a parte para ser discutida, o que mais marcou-me, corintiano de nascimento, essa Libertadores foi a demonstração de amor de nossa torcida pelo nosso time, pois mesmo diante da dolorosa e sofrida eliminação, aqueles que ali jogaram por nós, receberam o carinho de mais de 33 mil loucos que lotaram o Estádio do Pacaembu, esse sim o grande perdedor, pois com a finalização da Arena Corinthians dificilmente verá novamente o Timão ser campeão dentro de suas quatro linhas.

O amor dos corintianos pelo nosso time - ou seja, de uma torcida, formada em sua maioria, por trabalhadores que lutam no seu dia a dia contra as dificuldades de um sistema econômico excludente – demonstra que para além de um simples circo alienante , confirma o que muitos dizem: O CORINTHIANS NÃO É UM TIME QUE TEM UMA TORCIDA, MAS SIM UMA TORCIDA QUE TEM UM TIME.

Na derrota ou na vitória, somos sempre Cortinthians!

Adriano Espíndola Cavalheiro, é advogado em Minas Gerais, socialista e corintiano de nascimento

Nenhum comentário:

Ultimas postagens