\

Sejam bem vindos. O objetivo deste Blog é informar as pessoas sobre os mais variados assuntos, os quais não se vê com frequência nas mídias convencionais, em especial acerca dos direitos e luta da juventude e dos trabalhadores, inclusive, mas não só, desde o ponto de vista jurídico, já que sou advogado.

quarta-feira, 14 de setembro de 2011

CARREFOUR VOLTA ÀS COSTAS PARA UBERABA E SURRUPIA O DIREITO DE SEUS TRABALHADORES, APLICANDO-LHES ILEGAIS DISPENSAS POR JUSTA CAUSA

O PSTU - Partido Socialista dos Trabalhadores Unificado - através de sua direção local, vem a publico repudiar a decisão do Carrefour de fechar sua loja na cidade de Uberaba/MG.

O Carrefour se instalou em Uberaba gozando de diversas regalias absurdamente concedidas por Anderson Adauto, prefeito do município. Essa multinacional francesa ganhou de Anderson e dos vereadores da cidade, entre outros benefícios, a isenção de pagamento de impostos municipais e realização da terraplanagem e melhorias no terreno onde foi instalada, por conta da prefeitura.

O fechamento da Unidade Uberaba do Carrefour é mais um desses lances comuns às grandes empresas que, em momentos de crises, não titubeiam em jogar nas costas dos trabalhadores os custos destas, para preservarem seus lucros. Ele é, também, reflexo de uma política equívoca do governo Anderson, aplicada para atrair grandes hipermercados para a nossa cidade, em detrimento dos pequenos e médios comerciantes locais. Não foram poucos os estabelecimentos que restaram fechados ou estão atravessando grandes dificuldades pela instalação destes hipermercados, aumentando ainda mais o desemprego e achatando os salários dos trabalhadores de Uberaba, vez que, via de regra, estes grandes empresas, quando aqui se instalam, pagam salários de miséria para seus trabalhadores.

O PSTU considera um absurdo que, ao mesmo tempo em que suja o nome, fazendo inscrições no SPC e no SERASA, dos trabalhadores e pequenos e médios comerciantes que não conseguem pagar seus impostos em dia, Anderson Adauto continue isentando grandes empresas nacionais e multinacionais de pagamento de impostos, as quais sequer respeitam, como fez o Carrefour, o povo de nossa cidade, pois, na menor turbulência, simplesmente fecham suas portas, para mudar para localidades que consideram mais lucrativas.

O Carrefour além de desrespeitar o povo de Uberaba, absurdamente está dispensando seus empregados, que aqui lhe prestavam serviços, por justa causa, ou na linguagem popular, sem direito a praticamente nada, uma prática totalmente ilegal e que não pode passar impune.

O PSTU se soma à campanha da CSP- Conlutas (Central Sindical e Popular – Coordenação Nacional das Lutas) e vem à público exigir:

clip_image001 A IMEDIATA REVOGAÇÃO DA JUSTA CAUSA APLICADA AOS TRABALHADORES DO CARREFOUR E A PENHORA DAS CONTAS BANCÁRIAS DA REFERIDA EMPRESA PARA GARANTIR O PAGAMENTO DO ACERTO DE TAIS TRABALHADORES;

clip_image001[1] QUE O GOVERNO ANDERSON REVOGUE TODOS OS INCENTIVOS FISCAIS, OU SEJA, AS ISENÇÕES DE IMPOSTOS CONCEDIDOS AO CARREFOUR E PARA OUTRAS GRANDES EMPRESAS. EXIGIMOS QUE AS GRANDES EMPRESAS INSTALADAS EM UBERABA, NOS GOVERNOS ANDERSON ADAUTO E MARCOS MONTES, COM ISENÇÃO DE FISCAIS, SEJAM OBRIGADAS A PAGAREM TODOS OS TRIBUTOS QUE DEIXARAM DE PAGAR, COM MULTAS DE ATÉ 500% SOBRE O VALOR DESTES;

clip_image001[2] TENDO EM VISTA QUE EM DIVERSAS OUTRAS LOCALIDADES, O CARREFOUR ESTÁ FECHANDO SUAS PORTAS, QUE O GOVERNO DA PRESIDENTA DILMA EXPROPRIE, ISTO É, ESTATIZE SEM INDENIZAÇÃO, O REFERIDO HIPERMERCADO, COLOCANDO-O SOB CONTROLE DE SEUS TRABALHADORES E DO POVO.

O nosso total apoio aos trabalhadores do Carrefour e a todo povo de Uberaba, prejudicado por uma política equivocada de desenvolvimento que prioriza o apoio aos grandes em detrimento daqueles que realmente trabalham e geram as riquezas de nosso país.

ADRIANO ESPÍNDOLA CAVALHEIRO

PELA DIREÇÃO DO PSTU DE UBERABA

CONTATOS: email: uberaba@pstu.org.br; telefone:34. 3312-5629

Nenhum comentário:

Ultimas postagens