\

Sejam bem vindos. O objetivo deste Blog é informar as pessoas sobre os mais variados assuntos, os quais não se vê com frequência nas mídias convencionais, em especial acerca dos direitos e luta da juventude e dos trabalhadores, inclusive, mas não só, desde o ponto de vista jurídico, já que sou advogado.

sábado, 19 de setembro de 2009

POEMA ATEU OU VERDADE DIVINA

Os homens erguem Igrejas,
templos e fazem altares.
Empregam padres,
guias e pastores,
toda uma gama de gente
que tem na fé a profissão....

Ah se a humanidade soubesse
que Deus está dentro dela e
como qualquer outra divindade,
precisa do homem para existir.

Ainda que os de cima
digam que a vida seria obscura.
me arrisco a dizer que a raça humana
seria plena e feliz.

5 comentários:

AF STURT disse...

vc é ateu camarada?
Muito bacana seu poema.E uma reflexão que procura mostrar que o ateismo pode ser a verdeira salvação.
Pelo menos entendi isso...

Adriano Espíndola Cavalheiro disse...

não gosto do final deste poema. ainda vou mudá-lo, vez que remete ao ateísmo como algo teísta

quanto a pergunta, advinhe

Adriano Espíndola Cavalheiro disse...

acho que fica melhor assim:

Ainda que os de cima
digam que isso é loucura e
sem Ele a vida é obscura.
me arrisco a dizer
que a raça humana viveria
sem amarras

Anônimo disse...

Poemas estão sempre em construção. Gostei. Mas pergunto: por que colocar "Ele" com letra maiúscula? (no segundo final). Qual o sentido disso? Se é que a poesia precisa de explicação...
Renato Muniz

Adriano Espíndola Cavalheiro disse...

Vai ver Renato, reflete o processo dialético do poeta.

Ultimas postagens