\

Sejam bem vindos. O objetivo deste Blog é informar as pessoas sobre os mais variados assuntos, os quais não se vê com frequência nas mídias convencionais, em especial acerca dos direitos e luta da juventude e dos trabalhadores, inclusive, mas não só, desde o ponto de vista jurídico, já que sou advogado.

sexta-feira, 16 de maio de 2014

MANIFESTAÇÕES DESTE 15 DE MAIO MOSTRAM O CRESCIMENTO DAS LUTAS EM TODO O PAÍS

zmNo dia de ontem, 15 de maio – 15M dia mundial de mobilizações contra as injustiças da Copa - houve muita luta em todo o país. Foram inúmeras greves e manifestações de trabalhadores, mobilizações promovidas pelos movimentos populares, como o fechamento da Rodovia Anhanguera em OSASCO/SP promovida pelo Luta Popular, ou as manifestações em São Paulo, promovidas pelo MTST.

Os metalúrgicos de São Paulo paralisaram 15 fábricas. Os professores estão em greve em São Paulo, Belo Horizonte (aqui também os demais servidores municipais) e no Rio de Janeiro. Os servidores tecnico-administrativos das Universidades também estão em greve ha mais de um mês. Também estão em greve professores e servidores tecnico-administrativos dos Institutos Federais de Educação. Trabalhadores do transporte estão em greve ou mobilizados em várias regiões do país. Ontem a manutenção do Metro de São Paulo paralisou e os metroviários fizeram uma forte manifestação no centro da cidade.

No ato de fechou o processo de mobilizações em São Paulo, lamentavelmente, mais uma vez a truculência da PM mais uma vez marcou presença. Atiraram bombas de gás sobre os manifestantes sem nenhuma razão, obrigando a que a manifestação se dividisse ao meio. Mesmo assim uma parte dos manifestantes conseguiu chegar até o Pacaembu e terminar lá o seu protesto como havia sido planejado.

Os governos - federal, estaduais e municipais - seguem firmes em seu proposito de conter pela violência o protesto daqueles que reclamam apenas os seus direitos. Direitos que este governos não se dispõem a respeitar. Não aprenderam com junho passado que não é a violência da polícia que vai parara a luta. Ela está crescendo e vai crescer cada vez mais enquanto os governantes insistirem em privilegiar os bancos, empreiteiras e grandes empresas ao invés de atender as necessidades da população.

A presidenta Dilma desdenhou os protestos de ontem. Disse que foram muito fracos. Se foi sincera em sua declaração, a presidenta apenas mostra com isso que não está entendendo nada do que acontece no país. O descontentamento dos trabalhadores, da juventude, do povo pobre nas periferias das grandes cidades está crescendo a olhos vistos. Vamos ter mais lutas - greves, ocupações e mobilizações - até a Copa. E depois dela também.

Por Zé Maria de Almeida, presidente do PSTU e coordenador da  CSP-conlutas

Nenhum comentário:

Ultimas postagens